Remova as pessoas tóxicas de sua vida.

Publicado 15/01/2021 por detestoopoliticamentecorreto
Categorias: EDUCAÇÃO

Tags: , , , , , , ,

15 de janeiro de 2020.

Quando você decide afastar as pessoas tóxicas de sua vida, é o momento em que, além de melhorar e dar qualidade ao seu viver, você percebe que os próprios afastados lhe confirmam que sua decisão foi acertada e que, de fato, são tóxicos, pois, por exemplo, não deixam de lhe procurar, mandar mensagens, vídeos e áudios em tom amistoso(?), tentando atingir sua sensibilidade.

Há até apelos às mais variadas crenças, pretendendo dar um toque de honestidade e pureza, onde nada mais há do que falsidade, hipocrisia, maldade, torpeza. As pessoas tóxicas fingem ser amigos; fingem sinceridade, fingem tanto que suas verdades é fingir eternamente.

Os tóxicos agrupam-se, mesmo sem antes, em momento algum, terem tido contato entre si, mas num repente estão agrupados milicianamente, como se “amigos” de longa data fossem.

Alguns jamais se viram pessoalmente, mas estão conluiados, sendo dirigidos, manipulados por uns líderes mais espertos e até com formação acadêmica específica, e com objetivos tóxicos também – para dizer o menos. Valem-se de pessoas menos preparadas intelectualmente e vulneráveis, para urdirem tramas escusas, reveladoras da total toxicidade.

Identifica-se, com nitidez solar, que tais seres vegetantes, não possuem o mínimo de amor próprio, pois mesmo repelidos, excluídos, afastados, insistem, hipócrita e psicopaticamente, nas tentativas de contato e reaproximação.

Buscam identificar e identificam, com métodos até duvidosos e até ilegais, pessoas que você escolhe para relacionar-se e de várias formas tentam destruir suas novas relações ou aquelas que ficaram após a limpeza, quando eles foram varridos de sua vida. Não percebem que apenas relacionam-se com seus semelhantes, também tóxicos.

São hábeis na manipulação, corrupção, coação, indução. Afinal, são tóxicos e sempre serão seres dotados de falsidade tamanha que nem bisturi de cirurgiões plásticos conseguiu ou conseguirá, sequer, disfarçar a torpeza que lhes é inerente. (A natureza, para alguns, não foi pródiga no aspecto estético e menos ainda no intelectual.)

Interessante notar que quando você exclui as pessoas tóxicas surge a constatação clara de que exercer a liberdade, ter coragem para extirpá-los de sua proximidade e até intimidade, gera nesses a inconformidade, o desassossego, a inveja mais ferina, e eles, por não terem a mesma capacidade, querem de qualquer forma lhe atingir e impedir que você viva.

Há casos até de perpetração de atentados à vida! Ou planejamento de tais ações.

Os vegetantes tóxicos, não aceitam ser excluídos. Apenas querem excluir. Ser excluído lhes dói sobremaneira, fere fortemente sua arrogância e prepotência.  

Os seres tóxicos esquecem-se que, mesmo em grupo de seus semelhantes tóxicos, um dia ou outro serão vitimados pela toxicidade que hoje lhes parece a melhor, mais sincera, mais honesta amizade. Um dia provarão de seu próprio veneno e não será por ato ou obra daqueles que os excluíram, mas pela nocividade que tanto prezam e vivem entre si.

Pobres deambulantes, muitos dependem de favores para sentirem-se úteis, para terem emprego, para terem renda, mesmo que seja algo efêmero. São bajuladores rasteiros em regra.

Mas, a vida segue e vemos a inveja e os demais sinais da psicopatia sendo manifestados nos tóxicos que afastamos.

Deixo, para reflexão, algumas frases, dentre tantas, que qualquer um pode colher na rede mundial de computadores, ou em obras especializadas, que dizem bastante sobre as pessoas (?) tóxicas, identifique os seus tóxicos a partir desses indicativos:

“Afaste-se daqueles que só te procuram quando precisam.”.

“Chega um momento na vida que você repara que não consegue mais ficar por perto de pessoas que não sabem o que é lealdade e honestidade.”.

“Aprenda: a distância é o melhor remédio para as pessoas tóxicas.”.

“Não tem detox melhor do que se livrar de pessoas tóxicas.”.

“Passarinho que convive com pessoas tóxicas se esquece que tem asas.”.